2011-12-24

INGA


O meu sonho Miúda é Passar a mão No teu pêlo A ver se desperto
 A fera em ti.
Deixa as tuas garras Entrar Profundamente Na minha carne. Ferra os teus alvos e caninos dentes No meu centro existencial

E com os teus carnudos  lábios
Cicatriza me as feridas.

Pousa o teu olhar de fera Em mim e apaga
As dúvidas e incertezas que teimam em me acompanhar.