2011-07-15

DESLIZAR TREPIDANTE

Vento!?

Invento um catavento

Sou Adão solidão nulo cabrão

A espinha que desalinha quase definha

O que quero do Bolero desespero.



Celibato um pacto… vem desacato

Relacional aparato

Cama cacto.



Ser chato e concordante

Com o bordo do nosso simulacro

Conjurando um faz de conta

Abstracto… absorto… meio torto.



Escada enrolante… pés de vidro

Fumegas um odor enleante

Certa fase errante trouxe

Áspera língua arranhando

O concavo e o convexo

Do deslizar

Trepidante.