2011-06-23

BURACO DO OZONO


sou cada um de vocês
cada qual mesmo
todos esses outros perdidos
suas alucinações jorram felicidades
a morte, enfim, salvou-os
da mais fatal ilusão e vaidade do mundo
o prazer
a volúpia
são incontáveis as vítimas
eu mesmo
desta mentira, que tira, spots publicitários
cartolas, em areias movediças
oportunismos das hierarquias
cumes das demagogias
talvezes, sins e nãos
buraco do ozono
sempre
cadaqual
cadavez.

Sem comentários: