2009-03-14

Flores de plástico

Leon Fredéric

E se dissesse
que as crianças futuras
nascidas de duas vozes
serão os arquitectos
duma força interior
Amadurecida,
negarias?
Pois , experiência e criança
não te é compreensível.
E se em todos os rasgões
da pele que vejo
o sol entrando,
crianças descendo pelos degraus
do sonho das manhãs claras,
acreditarias?
Se te dissesse, mais ainda,
que a criança vinha descendo
pelos verdes degraus
e de mão estendida
uma enorme distância
me mostrou,
neste tapete da vida
flores brancas
não especificadas,
duvidarias?



Num canteiro
de flores de plástico
tal não sucederia…

4 comentários:

Flávia disse...

flores de plástico me assustam. De verdade.

Beijos :)

Janaina Amado disse...

Eu acreditaria.

Anónimo disse...

Se tu dizes... eu acredito!

Bjo

Ss

Menina_marota disse...

Porque a criança é o céu azul da esperança...

Bj