2009-03-29

COMPASSO






Dou um passo.
Tu o compasso.
Círculo perfeito,
fizeste com jeito.

Tu no centro,
Refulgente !!!

Rodopio em volta
girando à solta
sem luz própria
vejo te sóbria

Transladas me.
Fixo te a luz.

O caos desordenado,
sopro afogueado,
começo ou fim?
Dizemos o sim.




Em Geometria, compasso é um instrumento de traçagem ou medição, composto de duas hastes articuladas numa extremidade, destinado a traçar circunferências, arcos, etc., ou a tirar medidas.
Em Equitação, compasso é uma cadência ou regularidade dos passos do cavalo.
Em Maçonaria, compasso representa um símbolo.
Na Música, compasso é uma medida rítmica e métrica. Em Astronomia: Compasso é uma constelação austral, entre as constelações de Centauro e o triângulo austral.

5 comentários:

ANNA MATHAYA disse...

lembrei-me do Compasso de Espera em que muitas vezes colocamos a vida... assim fazem as mulheres (algumas) em Lubavitch...

Anónimo disse...

ao ler o que escreveste, a imagem que me foi aparecendo.. foi de uma dança, uma dança em busca de algo interno...

bjos grandes amigo

Ss

Eu sei que vou te amar disse...

Compasso ao som das letras que salpicam numa pagina amarrotada...onde dois seres se perdem no infinito de uma palavra!
Lindo poema e obrigado pelo comentario, gostei por sentir que valeu a pena escrever!
Um beijo doce

Karla Jacobina disse...

Oi Kim!

Vim dar uma visitada na sua casa... Vc sempre querido e presente no falópio!

A propósito, rs, não faço idéia o que quer dizer com xaxuaxos, mas adoroooo!

Um beijo!

. fina flor . disse...

sim é sempre a melhor resposta ;o)

beijos, querido

MM.